João Campos apresenta propostas em sabatina da Unicap

A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) promoveu na noite desta sexta-feira (16) uma sabatina com o candidato da Frente Popular do Recife, João Campos (PSB). O encontro ocorreu de forma virtual, através do YouTube, e serviu para que o deputado federal apresentasse suas propostas. Campos utilizou seu tempo de forma propositiva e destacou a importância de se debater os desafios da cidade.


Participaram da sabatina os economistas, professor Valdeci Monteiro e professora Ana Cláudia Arruda, sob mediação do jornalista Daniel França. Durante quase duas horas, João falou sobre diversos temas que interessam ao recifense. Na pauta, perguntas e propostas ligadas às áreas de segurança, educação, emprego e renda, mobilidade, habitação, cidadania, saúde, serviços públicos, meio ambiente, turismo, planejamento urbano e gestão pública.


João abriu a sabatina falando sobre os principais desafios para a cidade e como pretende enfrenta-los. “Sempre digo que a desigualdade é o maior problema da cidade e é dela que surgem todos os outros problemas. E precisamos combater a desigualdade para resolver todas as outras demandas, seja na geração de renda, na educação, na cidadania e em outras áreas”, destacou João.


“Uma das nossas propostas já anunciadas será o Crédito Popular do Recife, que oferecerá R$ 3.000 para um microempreendedor formalizado recuperar, aumentar ou até mesmo criar seu próprio negócio”, ressaltou João. “E o desafio é poder dar as oportunidades que as pessoas merecem. No Porto Digital, por exemplo, existem vagas de emprego sobrando, enquanto faltam pessoas que estejam habilitadas para ocuparem. Por isso, lançamos o programa Embarque Digital, que vai oferecer vagas em cursos de tecnologia para pessoas que não têm oportunidade de qualificar com recursos próprios. Serão 500 vagas ao ano, oferecendo 100% de bolsa”, continuou.


O deputado federal também destacou as conquistas da cidade e aquilo que precisa avançar ainda mais. “Nesses últimos anos, houve uma prioridade nas calçadas, malha cicloviárias e nas faixas exclusivas para ônibus. Devemos priorizar aquilo que o recifense mais utiliza. Temos que aumentar vertiginosamente o número de vagas em creche na cidade”, disse. João também falou sobre o desafio da habitação na cidade. “Vamos realizar o maior programa de regularização fundiária da cidade, dando a possibilidade da segurança da propriedade, alcançando cerca de 50 mil imóveis. Será uma grande conquista para estes recifenses, poder bater no peito e dizer que a casa é sua”, falou.


O prefeiturável lembrou ainda sobre outro projeto que pretender colocar em prática, em parcerias com a própria academia. “Vamos instalar o Escritório de Projetos para criar parcerias entre a Prefeitura e as universidades no sentido de criar soluções para a cidade em diversas áreas, indo da elaboração do projeto de pavimentação e drenagem de uma rua, até ações para serem aplicadas na educação, por exemplo. Acredito que isso será um ganho para a cidade, já que muita coisa boa sai dos centros acadêmicos”, acrescentou.


Nas considerações finais, João Campos agradeceu o convite, saudou o reitor da Unicap, Padre Pedro Rubens, e destacou o espaço dado pela universidade para que fosse realizado esse diálogo sobre a cidade. “Vamos trabalhar para construir o Recife que eu acredito, com igualdade, para todos os recifenses. Lutarei para construir essa cidade”, finalizou.