Vivo integra a Coalização Empresarial pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas

A ação é uma das iniciativas do Programa de Diversidade da companhia com o intuito de fortalecer um ambiente seguro e acolhedor para as mulheres

 

A Vivo adere à Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas. Promovida pelo Instituto Avon, ONU Mulheres e Fundação Dom Cabral, a coalizão tem como objetivo articular as empresas para o fim do assédio sexual e moral no ambiente de trabalho, o apoio às mulheres em situação de violência de gênero nas corporações e suas cadeias de valor e a construção de uma sociedade livre de violência contra mulheres e meninas.

 

A adesão é uma das iniciativas focadas no pilar gênero, da jornada Vivo Diversidade, que este mês tem o intuito de fortalecer um ambiente seguro com ferramentas e processos capazes de acolher e apoiar as mulheres. A companhia também lança uma série de conteúdos #saidomudo, em suas redes sociais, para que as mulheres se sintam dentro de um espaço confiável para expressar posicionamentos e opiniões, contando com a participação dos homens no diálogo.

 

“Essa é uma conversa de todos: homens e mulheres. Tratamos sobre o tema no início do ano, mas agora ampliamos o alcance. Entendemos que é preciso se posicionar quando se presencia algum tipo de violência. Queremos estimular um ambiente seguro para que nossas colaboradoras se sintam dentro de um espaço confiável para expressar posicionamentos e opiniões. E, ainda, conscientizar as pessoas para que espalhem esse respeito às mulheres dentro e fora do ambiente corporativo”, destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da Vivo.

 

A Vivo também distribuiu uma cartilha de acolhimento para todos os gestores com orientações sobre como acolher possíveis denúncias e dicas para perceber os sinais de que alguma colaboradora da equipe possa estar sendo vítima de violência, além de reforçar o canal interno Conte Comigo, que disponibiliza atendimento psicológico, social, psicopedagógico, jurídico e financeiro, através de parceiro especializado em saúde emocional corporativa.

 

Diversidade e inclusão na Vivo

Em 2018, a empresa lançou o Programa Vivo Diversidade, pautado nos pilares de Gênero, LGBTI+, Raça e Pessoas com Deficiência, para assegurar uma cultura mais inclusiva e um ambiente mais diverso e representativo. Além de colocar em prática ações afirmativas, a empresa acredita que o tema diversidade precisa ser abordado com frequência e profundidade, em diferentes fóruns, a fim de reforçar o compromisso e posicionamento da companhia. Pensando nisso, a empresa criou a jornada Vivo Diversidade, com 12 temas que serão discutidos nos próximos meses com toda a empresa. Cada assunto será acompanhado do lançamento de uma nova política ou benefício.

 

Sobre a Coalizão Empresarial


Formalizada em agosto de 2019, a Coalizão Empresarial Pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas, é uma iniciativa liderada pelo Instituto Avon, Fundação Dom Cabral e ONU Mulheres com o objetivo de engajar líderes do setor privado e garantir o compromisso voluntário com o fim da violência contra mulheres e meninas. São mais de 100 empresas signatárias que atuam alinhadas com os Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres e do Pacto Global, e em contribuição à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, especialmente o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5 – Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres.


Dentre as ações da Coalizão, estão previstas adesão aos Princípios de Empoderamento das Mulheres, engajamento pessoal da liderança empresarial para a realização de ações, atividades de formação e capacitação para o enfrentamento de diversas formas de violência contra as mulheres, desenvolvimento e implementação de políticas e procedimentos internos contra assédio sexual nas empresas, ambiente de trabalho seguro para funcionárias e colaboradoras vítimas de violência, promoção de campanhas de comunicação e conscientização para o enfrentamento da violência contra as mulheres e compartilhamento de resultados.

 

Sobre a Telefônica Vivo


A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, empresa líder em telecomunicações no País, com 92 milhões de acessos (2T20). A operadora atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B. A empresa está presente em 4.5 mil cidades com rede 3G, mais de 3.3 mil com 4G - segmento em que é líder em market share – e mais de 1.4 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 74,4 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (33%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (2T20). 

Guiada pela constante inovação e a alta qualidade dos seus serviços, a Vivo está no centro de uma transformação Digital, que amplia a autonomia, a personalização e as escolhas em tempo real dos seus clientes, colocando-os no comando de sua vida digital, com segurança e confiabilidade. A Telefônica Brasil faz parte do Grupo Telefónica, um dos maiores conglomerados de comunicação do mundo, com 344 milhões de acessos, e receita de 48,4 bilhões de euros em 2019.


Ciente de sua responsabilidade de retribuir à sociedade a confiança que recebe na utilização dos seus serviços, a empresa conta com a Fundação Telefônica Vivo. Desde 1999, a Fundação atua na formação da nova geração, apontando os caminhos para o desenvolvimento do país ao aplicar inovação à educação, empreendedorismo e cidadania, com diferentes projetos sociais nessas áreas.

Augusto Netto faz visita ao Colégio Irene Borges no Bairro do Salgado

Nesta terça-feira (20), o candidato a vereador pelo PL, o jornalista Augusto Netto, começou sua agenda realizando visita ao Colégio Irene Borges no Bairro do Salgado. O candidato foi conhecer o espaço para entender os transtornos causados pelo trânsito naquela localidade, e tentar atender essas respectivas reivindicações, baseado nas propostas do seu plano de ação, onde propõe melhorias na mobilidade urbana do município. 


“O trânsito em Caruaru, como em todas as grandes cidades, deve sim passar por reformulações, a frota aumenta a cada dia, as necessidades da população também. O trabalho do vereador também é este, levar para o executivo às necessidades dos moradores.” Destacou o candidato.

Edson Leone ‘Cantor’ e Marcelo de Zeni aderem à campanha de Dida e Joselito

O candidato a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe pelo PSDB, Dida de Nan, e o candidato a vice-prefeito Joselito Pedro, receberam duas importantes adesões na noite desta segunda-feira (20): Edson Leone, conhecido como Cantor, e Marcelo de Zeni. 


Os dois eram tradicionais correligionários do grupo Taboquinha e sempre participaram das campanhas eleitorais como militantes assíduos. Sobre os motivos que os levaram a apoiar Dida, Cantor e Marcelo relataram a desunião e a falta de atenção dos líderes do seu antigo grupo. 


“Saímos do vermelho porque lá não tem união, percebemos que só existe um único objetivo que é a briga pelo poder. A gente não era ouvido nas decisões que se referiam ao grupo e alguns diziam que a gente não tem voto. Vejo que Dida tem uma vida pública de mais de 30 anos, é cantor, vaqueiro e peladeiro como eu. Me identifico com ele e com seu jeito de fazer política, ouvindo as pessoas. Estamos conversando com outros amigos, que também vão aderir a Dida e Joselito em breve”, disse Cantor. 


“Vi que Dida de Nan é o melhor pra Santa Cruz. Uma pessoa de bem, humilde, que respeita todos, que sabe ouvir as pessoas e é caminhoneiro igual a mim. Eu não podia deixar de apoiar uma pessoa igual a Dida”, falou Marcelo. 


O candidato a prefeito Dida de Nan agradeceu a chegada dos novos apoiadores. “Agradeço a Cantor e Marcelo por esse apoio importante, são pessoas que tem uma história de militância política em outro grupo e chegam para reforçar nossa campanha. Nosso grupo é o que mais cresce porque fazemos política com união e respeito às pessoas”, declarou Dida.

João Paulo Costa defende ampliação de horário para casamentos e festas no Estado

Com o objetivo de possibilitar a retomada do setor de eventos de Pernambuco, o deputado estadual João Paulo Costa (Avante) tem conversado constantemente com representantes do segmento e com a secretária executiva de Políticas de Desenvolvimento Econômico do Estado, Maíra Fischer, e apresentado novas propostas para a volta das atividades. 


"Já podemos expandir as condições para a realização de casamentos e festas. Eventos desse tipo têm total condição de acontecerem após a meia-noite. Como a maioria dos eventos acontece a noite, as empresas terão um aumento nas atividades e poderão garantir a permanência dos trabalhadores", declarou. 


Atualmente, Pernambuco tem cidades nas etapas 9 e 10 do plano de convivência com o coronavírus. Na etapa 10 é permitida a realização de eventos para até 300 pessoas, ou com 50% da capacidade do estabelecimento. João Paulo Costa defende a retomada das atividades de forma gradual e com responsabilidade. O parlamentar reforça que o horário dos eventos não influencia no risco de contaminação. "Realizar casamentos e festas das 16h às 22h ou das 22h às 6h deve ser uma escolha da organização e dos contratantes do serviço. A duração do funcionamento em uma estrutura com a capacidade permitida pelo Estado, desde que as pessoas no evento sejam as mesmas, não diminui a segurança das pessoas envolvidas", finalizou.

Prefeito do Condado sofre ataque moral e calunioso de grupo da oposição

A música consiste em letras obscenas e críticas ao trabalho do prefeito nos últimos quatro anos.


O prefeito e candidato a reeleição à Prefeitura de Condado, Antônio Cassiano, sofre um ataque moral, sexual e calunioso, após a divulgação de música foi criada com o intuito de atacar o atual prefeito.


A música consiste em letras obscenas e críticas ao trabalho de Cassiano nos últimos quatro anos. Alguns trechos da música diz: “Quem é o véi que vive com seis mulheres ao mesmo tempo?”, ou “Quem é o prefeito que trabalha em seis meses em quatro anos de mandato?”.


Vários outros insultos foram proferidos diretamente a pessoa de Cassiano e sua família. O opositor de Cassiano, candidato a prefeitura do PSOL, Antônio Carlos se posicionou sobre o ocorrido em sua rede social.


“Estão compartilhando uma MÚSICA CRIMINOSA difamando o prefeito e sua família. Quero, primeiramente, registrar minha SOLIDARIEDADE ao PREFEITO, e a sua família. Dizer que repúdio esse tipo de expediente político feito de forma covarde e criminosa. Lembrar que defendo desde de sempre que se ELEVE O NÍVEL da DISPUTA eleitoral. Nossa gente não merece esse tipo de política suja” , disse Antônio Carlos. (Do Site Portal de Prefeitura)

Após sair do hospital, Rogério Leão recebe Título de Cidadão Cabroboense

O deputado estadual Rogério Leão recebeu das mãos da vereadora, Suzana de Cabrobó, o Título de Cidadão Cabroboense. A entrega aconteceu em seu gabinete na Assembleia Legislativa de Pernambuco, pela manhã dessa segunda-feira (19). O parlamentar não pôde se deslocar até a cidade de Cabrobó, pois está se recuperando da Covid-19.


"Quanta felicidade! Sei que nossa responsabilidade com os irmãos de Cabrobó aumenta, agora sou Cidadão Cabroboense", celebrou Rogério ao falar sobre a alegria de receber uma homenagem em tempos tão difíceis. "Este tempo pandêmico nos faz refletir ainda mais, sobre os valores sociais e sobre o quanto o nosso trabalho como representante do povo é importante e necessário", expressou o deputado.


Rogério Leão falou sobre o tempo que tem representado Cabrobó na Assembleia Legislativa de Pernambuco. "Nosso trabalho, junto a vereadora Suzana, que está sempre em busca de melhorias para o povo daquele município, já vem sendo desenvolvido a um bom tempo e agora nosso compromisso é reafirmado", lembrou o parlamentar.


O deputado Rogério Leão se recupera da infecção pelo Covid-19 em casa e recebeu a vereadora Susana em seu gabinete seguindo todas as orientações e cuidados repassados pelas autoridades sanitárias e de saúde pública.

Em convênio com a Universidade do Rio Grande do Norte, estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Maranhão e Alagoas selecionam bolsistas para desenvolvimento de portal

Bolsistas atuarão no desenvolvimento do Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar do Nordeste e ficarão vinculados às secretarias de agricultura dos quatro estados


A Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) de Pernambuco, por meio do Fórum de Gestores e Gestoras da Agricultura Familiar do Nordeste e de convênio com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERNE), abrem seleção para concessão de bolsas de Desenvolvimento em Ciência Tecnologia e Inovação (DCTI) no âmbito de desenvolvimento do Sistema de Informação da Agricultura Familiar do Nordeste (Siraf-NE).


O Siraf-NE é uma espécie de portal regional que sistematizará a oferta dos produtos da agricultura familiar existentes na Região Nordeste. Além de facilitar o acesso e qualificar as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais e abrindo novos canais de comercialização com o setor privado, contribuirá com o fortalecimento das cooperativas e associações da agricultura familiar, que serão responsáveis pela alimentação de sua base de dados, dando visibilidade à diversidade dos produtos e ao volume de produção.


Ao todo, serão concedidas quatro bolsas, no valor de R$ 2.800, e os bolsistas selecionados ficarão lotados em um dos quatro estados contemplados no edital (Alagoas, Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte), vinculados respectivamente à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas (Seagri-AL); Secretaria da Agricultura Familiar do Maranhão (SAF-MA); Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco (SDA-PE) e Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (SEDRAF-RN).


Para participar da seleção é preciso possuir diploma de conclusão de curso superior, com no mínimo mestrado ou experiência de quatro anos em desenvolvimento e pesquisa nas áreas de gestão de políticas públicas para agricultura familiar e acesso a mercados para a agricultura familiar.


As inscrições podem ser realizadas, até a próxima sexta-feira (23), exclusivamente de forma online, através do link di.uern.br/SIRAF. No ato da inscrição devem ser apresentadas a documentação comprobatória de graduação e pós-graduação, curriculum vitae e cópias de RG, CPF, comprovante de regularidade eleitoral e Certificado de Reservista ou dispensa do serviço militar (para candidatos do sexo masculino). 

Paulo Câmara anuncia investimento de R$ 300 mil no projeto Cesta dos Sonhos

Parceria com a Copergás levará escolinha de basquete gratuita ao Compaz Miguel Arraes e ao Parque Santos Dumont


O governador Paulo Câmara anunciou, nesta terça-feira (20.10), através da Secretaria de Educação e Esportes e em parceria com a Copergás, um investimento de mais de R$ 300 mil no projeto de basquete Cesta dos Sonhos. O programa, previsto pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, busca disseminar a prática da modalidade, assim como a utilização do basquete como instrumento de formação, desenvolvimento esportivo e inclusão social. A iniciativa atenderá a 120 crianças e jovens com idades entre oito e 18 anos. O anúncio foi feito no Palácio do Campo das Princesas.


"O futuro de Pernambuco passa por uma educação de qualidade, uma educação que possa fazer com que nossos jovens alcancem seus sonhos e, aliada ao esporte e à cultura, a forma de se desenvolver vai ser muito mais rápida, com determinação, profissionalismo, com foco em boas práticas, e foco num futuro melhor", destacou Paulo Câmara.


O secretário executivo de Esportes do Estado, Diego Pérez, ressaltou que a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte vai possibilitar conhecimentos para crianças e jovens de forma gratuita. "É um projeto de inclusão, mas também de alto rendimento. Há um grande sonho, há uma cesta dos sonhos, isso vai trazer muitos benefícios para a cidadania e também para o esporte", finalizou.


O projeto terá como coordenadora a ex-atleta da Seleção Brasileira Feminina de Basquete, Adrianinha, que já disputou cinco Olimpíadas e foi medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos da Austrália/2000.


"Cada criança que chega, e a gente consegue mudar um pouquinho a vida dela, é a nossa medalha de ouro, é a nossa vitória. O Cesta dos Sonhos vem pra resgatar essas crianças, para trazê-las de volta para o esporte e mudar a vida delas. Eu sou o exemplo vivo de que o esporte transforma a vida dos jovens e das crianças. Principalmente em tempo ocioso, se a gente dá essa oportunidade pra elas, é um mundo de portas que se abrem", enfatizou Adrianinha.


As aulas serão realizadas em dois núcleos, sendo um no Compaz Miguel Arraes, na Caxangá, nas terças e quintas-feiras (9h às 10h; 19h às 20h e 20h às 21h), e o outro no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, nas quartas e sextas-feiras (9h30 às 10h30 e 16h30 às 18h30). Os materiais esportivos utilizados pelos participantes, como bolas e uniformes, serão fornecidos pelo próprio projeto. A equipe técnica ainda contará com coordenador, supervisor, técnicos e auxiliares.


LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE DE PERNAMBUCO - Sancionada em dezembro de 2015, a lei permite que empresas contribuintes do ICMS patrocinem projetos com direito à remissão de até 5% do valor apurado desse imposto em cada período fiscal. Até agora, já viabilizou, entre outras realizações, a criação de escolinhas de várias modalidades, construções de quadras poliesportivas, realização de eventos internacionais - a exemplo do Mundial de Surf Hang Loose, em Fernando de Noronha -, além de possibilitar a participação de atletas em competições.


Também estiveram na solenidade o secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio; e o diretor-presidente da Copergás, André Campos.

Candidato a prefeito de Vitória desafia prefeito e deputado a fazer a prova do ENEM

Após ser chamado de despreparado em um vídeo gravado pelo deputado Aglailson Vitor (PSB), filho do atual prefeito de Vitória e candidato a reeleição, e postado nas redes sociais, o candidato Paulo Roberto (MDB) propôs ao deputado e o pai a fazerem a prova do Enem.


“Vamos fazer uma prova do Enem? Eu, você e seu pai. Depois vocês juntam a nota dos dois e se a nota for maior do que a minha eu desisto de ser candidato a prefeito de Vitória”, desafiou Paulo em outro vídeo publicado também nas redes sociais.


Além de reitor emérito da Uninfacol, Paulo Roberto é formado em Direito, pela Unicap, com especialização em Direito Administrativo, pela UFPE, Mestrado em Educação, pela Universidad de la Empresa (Uruguay) e cursa doutorado em Educação também na Universidad de la Empresa (Uruguay). Paulo Roberto recebeu em 2009, o título de Doutor Honoris Causa, Honorable Academia Mundial de Educacion Lima, Peru.


Ainda não houve um contato das Assessorias do deputado Aglailson Vitor ou do prefeito Aglailson Júnior para marcar o dia em que farão a prova do Enem.

Danilo Cabral busca cancelar corte de R$ 1 bilhão no MEC

Para reverter o corte de R$ 1,5 bilhão no orçamento do Ministério da Educação, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) apresentou emenda ao projeto de lei 30/2020, do governo federal, cancelando a destinação desses recursos para obras federais. O parlamentar destaca que o MEC já vem sofrendo com cortes de recursos e que tem enorme contribuição no enfrentamento da pandemia, não podendo ser alvo de mais uma redução orçamentária. 


Danilo Cabral afirma que o atual cenário de pandemia impõe uma ampliação considerável do investimento nas redes de ensino, inclusive para preparar as escolas para o retorno das aulas presenciais. “Apesar de toda a dificuldade enfrentada por estados e municípios, o MEC não adotou nenhuma medida de apoio à educação para os entes subnacionais", comentou o deputado, que apresentou, no último dia 6, um pedido de convocação do ministro Milton Ribeiro para prestar esclarecimentos sobre impactos do cancelamento em programas e ações da pasta.


O PLN 30/2020, protocolado pelo governo federal no início deste mês, prevê remanejamento orçamentário em diversos órgãos no valor total de R$ 6,1 bilhões. A maior parte do dinheiro será destinada para obras federais. Do total, o Ministério do Desenvolvimento recebeu a maior fatia, R$ 2,3 bilhões, para financiar obras de infraestrutura. Chama a atenção que os recursos retirados do MEC afetam justamente áreas que têm sido tratadas como prioritárias para o governo, como o financiamento da educação básica.


A emenda de Danilo Cabral ao projeto reduz o valor da suplementação, tornando sem efeito a proposta de retirar R$ 1,5 bilhão do MEC. A redução seria equivalente a 25,5% do valor previsto no PLN. O parlamentar sugere que o Poder Executivo poderia suplementar este valor por ato infralegal, remanejando recursos da própria área de desenvolvimento urbano e infraestrutura, ou, tratando-se de questão urgente e relevante, por Medida Provisória de crédito extraordinário, que não requer fonte e não computa no teto de gasto.