Histórico! Brasil faz a primeira videochamada com uso do 5G "puro"

Publicado por Alberes Xavier em 10/04/2021 às 10:42



O presidente Jair Bolsonaro recebeu a primeira ligação via 5G do país, realizada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria


Há 145 anos, em 10 de março de 1876, o inventor escocês Graham Bell fez a primeira chamada telefônica da história, pronunciando a célebre e conhecida frase: "Senhor Watson, venha aqui, eu quero vê-lo", para seu assistente. Quase 150 anos depois, em 9 de março de 2021, uma nova história das telecomunicações se inicia no Brasil.


De um lado da linha, em Brasília, o presidente da República, Jair Bolsonaro. Do outro, em São Paulo, o ministro das Comunicações, Fábio Faria. A primeira videochamada do Brasil utilizando a tecnologia 5G standalone (5G puro) foi com o apoio da Nokia. 


Na conversa, Bolsonaro falou sobre a inovação que o 5G trará ao país e agradeceu ao ministro Fábio Faria. "Parabéns por estar colaborando com a evolução tecnológica no Brasil e no mundo. Precisamos integrar as regiões cada vez mais, em especial Norte e Nordeste. Vamos avançar muito com essa tecnologia. Da nossa parte, faremos o possível e o impossível para adquirir o 5G, que terá impacto nas famílias e nas empresas. Isso será muito bom para o Brasil", pontuou o presidente.


O ministro das Comunicações também ressaltou as qualidades da nova geração de dados móveis.


"A antena do 5G é 4 vezes menor do que a antena do 4G e, além de mais leve, ela é mais precisa e consome menos energia".


Durante a videochamada, o ministro também anunciou o evento do MCom que acontece no próximo mês. “No dia 5 de maio teremos o Digital Day, com drones e robôs para demonstrar à população tudo que virá no futuro. Estamos realizando a primeira ligação em 5G standalone no Brasil. Em breve, teremos o leilão dessa tecnologia e, com ela, vamos acabar com o deserto digital do país e garantir conectividade para todos", afirmou o ministro.


A demonstração faz parte de uma série de visitas que o Governo Federal tem realizado à fabricantes da tecnologia 5G, que será implantada até 2022 no Brasil.


Também participaram da ação de hoje, o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SP), Paulo Skaf, e o professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, Danilo Freire Souza.


Durante a solenidade foi assinado um acordo para a criação de um laboratório de tecnologia 5G na UFCG, o Lab 5G. Coincidentemente, neste dia 9 de abril, a Universidade faz aniversário e ganha este presente. A instituição de ensino é considerada um dos grandes polos tecnológicos do país.


A demonstração da Nokia também contou com a participação de um robô, que se aproximou dos presentes e pronunciou a seguinte frase: “Com esse acordo, daremos prosseguimento a uma nova etapa na formação de profissionais para o futuro do Brasil, garantindo mais qualificação e mais oportunidades”.


Olho no futuro - Parte do excelente desempenho do 5G em relação à geração anterior de dados móveis deve-se à baixíssima latência, de alguns milésimos de segundo. Dentre as aplicações para o usuário comum de Internet está a transferência e recebimento de dados em tempo real, carregamento instantâneo de vídeos em altíssimas resoluções (como 4k e 8k), jogos on-line sem interrupções, realidade aumentada, casas inteligentes, entre muitas outras.


Com o 5G, surgirá a demanda por um novo perfil profissional, voltado para a economia digital. De olho nesses trabalhadores do futuro, as empresas que dominam a nova geração de dados móveis têm investido em projetos experimentais e capacitação.


5G no Brasil - Assim como ocorreu durante a visita da missão 5G à Europa e Ásia, o MCom tem buscado conhecer as iniciativas desse tipo de conexão em desenvolvimento no Brasil. No mês de março, o ministro Fábio Faria participou da inauguração da primeira linha de produção de placas 5G na América Latina, na unidade da Ericsson de São José dos Campos (SP).


Enquanto o edital do 5G segue em análise pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o MCom tem se empenhado e está aberto a conhecer as tecnologias das empresas que fabricam equipamentos da nova geração de conectividade. A previsão é de que o leilão das radiofrequências ocorra ainda neste ano, e que todas as capitais recebam o 5G standalone até julho de 2022.


Licitação - O MCom estabeleceu uma série de obrigações que visam a redução das desigualdades regionais em telecomunicações para as operadoras vencedoras do leilão de radiofrequências.


As empresas terão de viabilizar o projeto Norte Conectado, que irá levar Internet a cerca de 10 milhões de habitantes da Região Amazônica via cabos de fibra óptica subfluviais. Também será obrigatória a oferta de sinal 4G ou superior em todas as localidades com mais de 600 habitantes, além da conexão de até 48 mil quilômetros de rodovias federais, o que atende a uma demanda antiga de motoristas, caminhoneiros e passageiros nas estradas brasileiras.


As portarias publicadas pelo Ministério das Comunicações para orientar o edital também preveem a criação de uma rede privativa para o Governo Federal, que poderá ser oferecida a outros Poderes. A rede será construída e operada por um parceiro privado, mas será o meio utilizado para o tráfego de informações confidenciais, sigilosas e sensíveis, de forma criptografada.


Ainda de acordo com as definições do MCom para o certame, todos os municípios deverão ser atendidos por fibra ótica – ao menos em suas sedes.


As empresas também ficarão responsáveis por amparar famílias beneficiárias de programas sociais e que assistam à TV aberta via antena parabólica, já que esse tipo de antena pode interferir no sinal 5G. Esses aparelhos serão substituídos pelos que recebem sinal via satélite.


É importante ressaltar que as participantes do leilão são as operadoras de telecomunicações, como as que oferecem o sinal de telefone e dados móveis dos celulares, por exemplo. As fabricantes dos equipamentos 5G poderão ser contratadas pelas operadoras de acordo com os próprios critérios.

Anderson Ferreira anuncia ampliação de pontos de vacinação contra Covid-19 no Jaboatão

Publicado por Alberes Xavier em 10/04/2021 às 10:31



Foto: Chico Bezerra/PJG


Diante dos avanços conquistados na campanha de vacinação contra a Covid-19, o prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, determinou a abertura de mais um ponto de imunização no município, na Praça Murilo Braga, em Cavaleiro. O novo drive-thru passa a funcionar a partir da próxima segunda-feira (12), quando terá início a vacinação dos idosos com 62 anos ou mais. O cadastramento deve ser feito antecipadamente, por meio do aplicativo De Olho na Consulta, ou pelo site: deolhonaconsulta.jabotatao.pe.gov.br.


Além do novo ponto, em Cavaleiro, funcionam como locais para vacinação contra o novo coronavírus: as escolas municipais Iraci Teixeira (Curado) e Benjamin Constant (Socorro); a UniFG, o Shopping Guararapes e o Sesc, em Piedade; a Casa da Cultura, em Jaboatão Centro; o Palácio da Batalha e o Centro Cultural Miguel Arraes, em Prazeres. O atendimento ao público é realizado de segunda a sexta, das 8h30 às 17h.


E para manter o ritmo da campanha, o prefeito Anderson Ferreira estendeu, para este sábado (10) e a próxima segunda-feira (12), feriado municipal em homenagem à Nossa Senhora dos Prazeres, o funcionamento dos nove pontos de imunização. “Conto com o apoio de todos, para que sigam tomando os cuidados necessários. Continuem usando máscara, lavando as mãos e evitando aglomerações. Já ultrapassamos a marca de mais 70 mil doses, o que significa que imunizamos mais de 10% da população da nossa cidade, mas é preciso que as pessoas mantenham as medidas de segurança”, pontuou o gestor. 

Liberação de R$ 105,8 milhões do FDNE foi aprovada pela Sudene

Publicado por Alberes Xavier em 10/04/2021 às 08:46



Os recursos serão destinados a três empreendimentos de energia eólica localizados no Rio Grande Norte


Os projetos Vila Espírito Santo I, Vila Espírito Santo II e Vila Alagoas II preveem a instalação de parques eólicos na Serra do Mel (RN), com potências instaladas de 33,6MW (os dois primeiros) e de 21MW (o terceiro). A liberação de R4 105,8 milhões foi aprovada esta semana pela Diretoria Colegiada da Sudene. Os três empreendimentos compõem um parque eólico no estado e representam investimentos totais de R$ 172,4 milhões, R$ 151,4 milhões e R$ 92,9 milhões, respectivamente. 


Cada projeto contará com financiamento do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) de 60% do total investido, o que equivale a R$ 103,4 milhões, R$ 90,8 milhões e R$ 55,7 milhões, respectivamente. A soma dos recursos do Fundo para os três projetos é da ordem de R$ 250 milhões. 


Empreendimentos do setor de infraestrutura, em especial os de geração e distribuição de energia eólica, vêm se destacando em relação ao apoio dado pelo FDNE, administrado pela Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste. Em reunião recente com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes, o superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto, informou que mais de R$ 8 bilhões foram aplicados, ano passado, no setor de energia renovável, através do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e do FDNE. Afirmou, ainda, que a Autarquia está planejando a criação de um hub de energia renovável.


A instalação de parques eólicos vem sendo apontada como um fator importante para o desenvolvimento dos municípios. De acordo com informações da ABEEólica, “no que se refere ao IDHM e PIB Municipal, os municípios que têm parques eólicos tiveram uma performance 20,19% e 21,15% melhor, respectivamente, para estes dois indicadores”. Esse impacto positivo da energia eólica está em consonância com os objetivos da Sudene de impulsionar a interiorização do desenvolvimento. O Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) busca promover a competitividade regional para gerar emprego e renda nas próprias localidades, fortalecendo uma rede de cidades policêntricas, buscando a desconcentração e interiorização dos recursos. 

Roberto Asfora fala sobre distribuição de 9 mil Kits Merenda, combate ao Coronavírus e conquistas para o município

Publicado por Alberes Xavier em 10/04/2021 às 07:21



Durante entrevista ao Programa Cidade em Foco da Rede Agreste de Rádios, o prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora (PL), anunciou nesta semana, a entrega de mais de 9 mil kits alimentos para alunos da rede pública de ensino. Falou do combate ao Coronavírus no seu município e revelou vários investimentos de André Ferreira para o Brejo.


Sobre os recursos que chegaram para combater a Covid-19, Roberto falou que encontrou apenas 400 reais nos cofres públicos. “Uma vergonha, pegaram em quase 5 milhões e nos deixaram apenas 400 reais. Nós sabemos que não houve efetivamente ação que pudesse se gastar com o que se gastou”, pontuou o gestor.


Sobre o Kit Merenda, Asfora falou que o kit está sendo distribuídos nas escolas do município e a ação está beneficiando mais de 9 mil alunos. “A gente estar contribuindo, neste momento de pandemia para que o estudante não entre em situação de insegurança alimentar e nutricional. Só pedimos no ato de retirada do Kit Merenda que a população use máscara e álcool em gel, além de manter o distanciamento social”, frisou.


O prefeito também comentou sobre emendas do Deputado Federal André Ferreira para o Brejo. “O Deputado André Ferreira sinalizou que vai nos mandar agora em abril, uma retroescavadeira nova. André também falou que vai nos mandar de 1,5 milhão há 2 milhões para ajudar a saúde do município”, disse Asfora. 


O prefeito também falou sobre a intensão do município em adquirir vacinas do consórcio Nordeste, serão mais imunizantes para população e uma parte será direcionada para os garis que trabalham em Brejo da Madre de Deus.

Eriberto Medeiros se reúne com secretário de Desenvolvimento Agrário e gestores para apresentar demandas dos municípios

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 21:10



O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PP), se reuniu com o secretário de Desenvolvimento Agrário (SDA), Claudiano Martins Filho, na manhã desta sexta-feira (9), para apresentar demandas trazidas por representantes de 10 municípios do Estado, de diversas regiões. O objetivo do encontro foi estreitar o diálogo, compartilhar ideias, sugestões e experiências, além de fortalecer as ações de apoio à agricultura familiar, buscando impulsionar a economia pernambucana.


Estiveram presentes no encontro os prefeitos Xisto Freitas, de Aliança, Camila Machado, de Sirinhaém, Gildo Dias, de Sairé, Wilson Lima, de São João, Mariana Medeiros, de Cumaru, Nadegi Queiroz, de Camaragibe, e Irlando Parabólicas, de Santa Cruz da Baixa Verde. Também esteve presente o vereador de Serra Talhada, Antônio Rodrigues, o secretário de Agricultura de Lagoa dos Gatos, João de Célia, representando o prefeito Stênio Fernandes, e a ex-secretária de Capoeiras, Celina Miranda.


Foi solicitado, na ocasião, apoio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário em diversas ações, como concessão de horas/máquina para aração de terra, perfuração de poços artesianos, apoio à piscicultura, construção de reservatórios de água, além de distribuição de sementes de milho, sorgo e feijão. “A agricultura tem um papel primordial na economia de Pernambuco, porque a nossa produção alimenta as famílias brasileiras. Trouxemos os prefeitos e representantes para conversar com o secretário Claudiano, que pela sua experiência, conhecimento, tendo sido criado no campo, tem muita sensibilidade pra ajudar quem está na ponta. Os gestores, por sua vez, têm verdadeiramente o sentimento dos produtores locais, buscando dar as condições para que tenhamos uma boa colheita esse ano”, afirmou o presidente.


O secretário Claudiano Martins reafirmou o compromisso do Governo do Estado com a agricultura familiar que, ao longo dos anos, vem recebendo diversos investimentos por meio de ações e projetos da secretaria e seus órgãos vinculados, promovendo a melhoria da qualidade de vida do homem e da mulher do campo. “Ouvimos os pleitos e vamos fazer todo o possível, dentro do âmbito da secretaria, para atender aos pleitos dos gestores”, garantiu o secretário.

Garanhuns - Professora Wilza Vitorino é eleita para Conselho Nacional dos Secretários de Educação

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 19:28



Educadora é a primeira representante do Agreste Meridional


Na manhã da última quinta-feira (8), a secretária de educação, Professora Wilza Vitorino tomou posse da 1ª Suplência no assento do Conselho da Undime Nacional.


Oportunamente, Wilza se encontrava em reunião no gabinete do prefeito Sivaldo Albino, o qual participou da solenidade de Posse que aconteceu de forma online.


“Este título representa uma grande honra para a educação do município, pois Wilza foi a primeira professora em todo Agreste Meridional a ser nomeada suplente no assento deste Conselho Nacional, isso muito nos orgulha”, diz Sivaldo.


A secretária de educação, dedica e estende esta conquista a todos os seus colegas de profissão, e reafirma o compromisso de junto ao governo, lutar e buscar mecanismos para cada vez mais promover ensino de qualidade para todos os estudantes da Rede Pública Municipal Garanhuns.


A Undime - União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, é uma conceituada associação civil sem fins lucrativos, com sede em Brasília e filiais em diversos estados do país, inclusive Pernambuco. A instituição reúne desde 1986, os Dirigentes Municipais de Educação de todo Brasil, atuando em defesa da educação pública com qualidade. 

CPI da Covid: senadores divergem sobre decisão do STF

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 18:08



Comissão de inquérito deve ser instalada no Senado após decisão de ministro do Supremo


Senadores usaram as redes sociais na quinta-feira (8) para comentar a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, que determinou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, destinada a investigar as ações do governo no combate à pandemia. Alguns parlamentares manifestaram apoio à decisão monocrática do ministro, diante do que classificaram como "demora" na instalação do colegiado. Outros avaliam que a medida seria uma invasão na “soberania do Senado”.


Em resposta a recentes decisões do STF sobre o funcionamento dos trabalhos do Senado, alguns senadores chegaram a defender a instalação da CPI da Lava Toga (para investigar acusações de violações e desvios por parte de membros do Supremo Tribunal Federal) e até a abertura de processos de impeachment contra ministros. É o caso de Eduardo Girão (Podemos-CE):


“Vejo uma afronta do STF a esta Casa. Isso tem acontecido repetidamente. Essa decisão monocrática interfere diretamente na nossa soberania e mostra desrespeito com o Senado. Estamos com um Poder acima do outro. Precisa de um freio. O freio é a CPI da Lava Toga e impeachment de alguns ministros”, afirmou. 


Outro a defender “uma resposta enérgica” é Luis Carlos Heinze (PP-RS). Para ele, a decisão de Barroso interfere na equidade entre os Poderes. 


“Nos próximos dias, daremos uma resposta enérgica para esta imposição do STF. Primeiro tivemos um ataque às liberdades e agora ao livre exercício de nossas funções. Neste caso, também temos as assinaturas necessárias para a Lava Toga”, apontou. 


Plínio Valério (PSDB-AM) defende que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, desobedeça a decisão judicial e afirma que outros pedidos de CPIs já contam com ao menos 27 assinaturas, mínimo necessário para a instalação. 


“É mais uma decisão de um ministro que se julga semideus. Defendo não obedecer. O ministro Barroso não tem esse poder todo que pensa ter. Ele desconhece que, antes da CPI sobre Covid, tem na frente a da Lava Toga e a de minha autoria sobre ONGs na Amazônia. É norma seguir a fila”, escreveu.


Para o senador Luiz do Carmo (MDB-GO), o STF ultrapassou o limite ao determinar a criação da CPI: "Vou dedicar todo esforço para que o Senado, via presidente Rodrigo Pacheco, paute os pedidos de impeachment de ministros do Supremo, pois está nítido que, se não colocarmos em prática a separação de poderes, o STF implantará uma 'ditadura do judiciário'".


Após receber a decisão do STF na quinta-feira, o presidente do Senado confirmou que vai instalar a CPI da Covid, em obediência à decisão liminar do Supremo. Ele disse, no entanto, que considera a ordem judicial equivocada em um momento que exige união dos Poderes. Os senadores Telmário Mota (Pros-RR), Carlos Viana (PSD-MG) e Vanderlan Cardoso (PSD-GO), entre outros, concordaram com o presidente.


O líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), lamentou a decisão do STF e afirmou que a CPI é "inoportuna".


“A gravidade da pandemia exige que todas as atenções estejam voltadas para o seu enfrentamento. A instalação de uma CPI é inoportuna à medida que compromete os esforços para garantir atendimento aos casos graves e acelerar a vacinação. Por isso, quero reafirmar o nosso apoio ao posicionamento do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que aponta para o juízo de conveniência e de oportunidade da CPI neste momento de excepcionalidade”, apontou Bezerra. 


Direito da minoria


A decisão ministro Barroso se deu em resposta a um mandado de segurança impetrado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO). Para os senadores, “não cabe ao presidente do Senado qualquer apreciação de mérito sobre o objeto da investigação parlamentar”, mas apenas “fazer cumprir a vontade da minoria, procedendo-se ao exame formal do requerimento”.


O requerimento para a instalação da CPI, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), foi protocolado em fevereiro, com 31 assinaturas, quatro a mais do que o mínimo necessário, de acordo com a Constituição. Ele elogiou a decisão de Barroso:


A CPI é o instrumento legítimo para apurar as responsabilidades daqueles que nos trouxeram a essa situação de total caos sanitário no Brasil e que tem levado tantos brasileiros à morte. Esperamos com urgência o início dos trabalhos [da CPI] para apurar os responsáveis pelo genocídio em curso no Brasil e por este atoleiro sanitário. Temos pressa! Há vidas em risco", defendeu Randolfe.


Renan Calheiros (MDB-AL) e Alvaro Dias (Podemos-PR) também classificaram como correta a decisão de Barroso.


“O ministro Barroso determinou a instalação da CPI da Covid. Investigações políticas são necessárias quando canais tradicionais de apuração estão obstruídos. É imperioso investigar tudo e punir, exemplarmente, eventuais responsáveis por essa tragédia humanitária que estamos vivendo”, apontou Renan.


Alvaro Dias lembrou que o STF já foi provocado outras vezes e firmou jurisprudência em relação ao direito da minoria de instalar CPIs e fiscalizar atos do Executivo. 


Fabiano Contarato (Rede-ES), Humberto Costa (PT-PE) e Jean Paul Prates (PT-RN) também aprovaram a decisão. 


“A decisão do ministro Luís Roberto Barroso garante a instalação da CPI da Covid-19. É lamentável que o Congresso dependa de uma decisão do Judiciário para garantir o direito da minoria. É urgente que se apurem as omissões do governo no combate à pandemia”, argumentou Jean Paul, líder da minoria na Casa. 


Judicialização


Mecias de Jesus (Republicanos-RR) registrou que a decisão cumpre os mandamentos constitucionais, mas avaliou que os senadores, por bom senso, "não poderiam permitir a judicialização de um tema tão sofrido e doloroso para o país”. Cid Gomes (PDT-CE) afirmou que a CPI já deveria ter sido instalada, mas também condenou a judicialização. 


“A CPI da Covid poderia ter sido instalada há tempos pelo presidente do Senado, já que cumpria todos os requisitos legais. A judicialização de atribuições do Legislativo não é a melhor forma, mas a CPI da Covid é urgente”, escreveu.  (Fonte: Agência Senado)

Fernando Monteiro fala sobre avanços para o Agreste

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 17:51



Em passagem pelo Agreste pernambucano, o deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE) esteve, nesta sexta-feira (09), na Rádio Farol FM, em Caruaru. Na ocasião, o parlamentar falou aos apresentadores Delegado Lessa e Adielson Galvão sobre suas ações para a infraestrutura e abastecimento hídrico para a região, destacando seus esforços na busca por recursos para a conclusão de obras como a Adutora do Agreste e o Ramal do Agreste. 


De acordo com o deputado pernambucano, com a aprovação do Orçamento da União para 2021, ainda mais projetos serão executados com brevidade. Destacando o governador Paulo Câmara, a secretária de Infraestrutura, Fernandha Batista, e a presidente da Compesa, Manuela Marinho, Fernando Monteiro disse que, “pela quantidade de licitações e projetos aprovados e em andamento, em meados de junho e julho, ainda mais avanços serão observados pelos pernambucanos”. 


Citado durante a entrevista como um “lutador pela melhoria da qualidade de vida dos agrestinos e sertanejos”, Fernando Monteiro falou ainda sobre novas emendas para cidades como Jurema, Alagoinha, Arcoverde, Buíque, Serra Talhada, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Cachoeirinha. “A destinação de recursos precisa ser feita com responsabilidade e, para isto, precisamos conhecer a realidade de cada município. Faço isso por vocação, tendo sempre como foco a implantação de políticas públicas de qualidade. É esse o combustível que me renova”, afirmou o deputado.

Luciel Emerson, representando o deputado federal Fernando Rodolfo, prestigia inauguração da Casa de Apoio de João Alfredo no Recife

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 16:16



A Prefeitura Municipal de João Alfredo/PE inaugurou nesta sexta-feira (09), a Casa de Apoio no Bairro de Santo Amaro, no Recife.


A Casa de Apoio dará mais qualidade de vida e dignidade ao povo de João Alfredo que vai em busca de tratamento médico e não tem onde ficar na capital Pernambucana.


Na casa, a Prefeitura vai disponibilizar um carro para buscar e levar as pessoas, técnico de enfermagem, enfermeira e toda uma estrutura para acolher a população Joãoalfredense.


O prefeito do município, Zé Martins (PSB), falou da importância da casa para a população Joãoalfredense "É com orgulho e satisfação que estamos inaugurando esse espaço para que o nosso povo tenha onde se alojar quando precisar vir ao Recife para tratamento médico" afirmou o prefeito.


Na ocasião, o deputado federal Fernando Rodolfo (PL), através de ligação, retificou ao prefeito que está a disposição para colaborar, trazendo recursos para a cidade do Agreste Pernambucano.


O Presidente do PL Caruaru, Luciel Emerson, esteve prestigiando a inauguração e salientou o trabalho do Prefeito Zé Martins a frente do município do Agreste Pernambucano.


"O prefeito vem desenvolvendo um grande trabalho a frente do município e venho colaborando no que posso, trazendo parcerias para fortalecer João Alfredo" destacou Luciel.

Pernambuco ultrapassa a marca de um milhão de vacinados com a 1ª dose

Publicado por Alberes Xavier em 09/04/2021 às 16:14



Na quinta, o Estado recebeu mais 187 mil doses de vacina que já foram distribuídas a todos os municípios, nesta sexta-feira 


O governador Paulo Câmara informou, por meio de pronunciamento nesta sexta-feira (09.04), que o Estado atingiu uma importante marca na vacinação, ao ultrapassar o quantitativo de um milhão de pernambucanos e pernambucanas que receberam pelo menos a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. Ele aproveitou para destacar, ainda, a importância da continuidade da imunização para garantir o controle da pandemia. 


“Ainda temos um longo caminho pela frente, mas os reflexos da imunização nos idosos e trabalhadores da saúde já podem ser sentidos na diminuição dos índices de internação desses dois grupos”, argumentou Paulo Câmara. Na última quinta-feira (08.04), Pernambuco recebeu um novo lote com mais de 187 mil doses de vacinas, sendo 102 mil doses da Astrazeneca/Oxford e 85.400 da Coronavac/Butantan.  


No início da tarde desta sexta, todas as Gerências Regionais de Saúde já haviam recebido esse novo lote. A operação de logística, que durou nove horas, teve início às 5h e terminou por volta das 14h. Nesta 12ª distribuição, foram utilizados os modais de transporte aéreo (para Serra Talhada) e terrestre, o que permitiu que todas as GERES tenham disponíveis os imunizantes no mesmo dia. 


“Vamos continuar avançando na imunização dos idosos, dos trabalhadores da saúde e dos profissionais de segurança pública, como previsto no Plano Nacional de Imunização”, afirmou Paulo Câmara. Segundo ele, foi registrada uma desaceleração da pandemia no Estado, mas mesmo assim os patamares de contaminação seguem elevados. “É fundamental que todos continuem apostando na prevenção, para evitar a disseminação do vírus. Evite sair de casa, higienize as mãos e, sempre, sempre use máscara”, finalizou.